Agrião

 

Planta aquática que cresce em fontes, riachos, nas águas frias e limpas na costa dos córregos mas também pode ser cultivado.

 

Denominação

É conhecido com o nome comúm de Agrião, mas seu nome científico ou em latim é Nasturtium officinale. Pertence à família bôtanica das Brassicaceae junto a couve, a couve-flor, o brócolo, o nabo e o rabanete.

Origem

Embora não se tenha referências a utilização do agrião ao longo da história, sim é sabido que foram usados como planta medicinal na Antiguidade clássica.

Variedades

Não encontramos variedades destacáveis.

Qual é seu aspecto?

  • Cor: o agrião apresenta uma cor verde viva na folha, sendo mais claro, praticamente branco nos talos.
  • Forma: as folhas tem forma arredondada.
  • Tamanho: a planta pode medir de 10 a 30 cm de altura, enquanto que as folhas apenas chegarão a presentar 3-4cm de largura e comprimento.
  • Peso: dependendo do tamanho da planta terá um peso ou outro.
  • Sabor: tem um sabor fresco e picante, parecido o da mostarada (com um leve toque doce), que se acentúa de acordo com o envelhecimento da planta, portanto deve-se consumir jovem e antes de florescer.

Modo de preparação e uso

  • Cru: para consumir o agrião fresco na salada, devem estar frescos e ter sido colhidos antes do florescimento. Não é recomendável consumir mais de 100g de agrião em cada prato de salada.
  • Cozido: pode ser utilizado em omeletes ou sopas de verduras. Embora perdem certas propriedades nutritivas e sabor, algumas pessoas toleram melhor que crus. Em algumas regiões, como Canarias, é tradicional um potage onde um dos ingredientes principais seja o agrião.
  • Condimento: considerando que seu sabor é semelhante ao da mostarda, podem ser consumidos como condimento picado finamente e acrescentado ao azeite do tempero.

Quando as podemos encontrar e em que condições?

Encontraremos agrião preferentemente de outubro a janeiro, embora podem ser semeados todo o ano. São muito exigentes em quanto a humidade que necessitam, solo onde crescem tem que ter pelo menos 8 cm de barro arenoso. Crescem rapidamente se as condições são propicias.

O melhor exemplar e sua conservação

O melhor exemplar de agrião será o que tiver tenro e fresco que apresenta uma cor verde escura e viva, cujas folhas estejam inteiras e sem dano físico.

 

Se trata de uma hortaliça com uma vida média muito curta, pois em condições adequadas de armazenamento chegam a durar poucos dias. A melhor forma de conservá-los é em refrigeração dentro de uma embalagem de plástico perfurado.

 

Características nutritivas

O agrião é um vegetais com um valor de energético muito baixo, o que representa cerca de 19 kcal/100g. Ele tem algumas características muito importantes nutricionais, já que, como veremos, embora o seu conteúdo em lipídios, proteínas e hidratos de carbono não é muito alto, é sim os minerais e vitaminas. Seu teor de água é de 93% do peso total. A gordura é de apenas 0,1%, os hidratos de carbono apenas de 3%, enquanto a proteína pode atingir 2% do seu peso.

 

Minerais: do seu conteúdo mineral destacaremos como o potássio encontrada em maior proporção, seguido de perto pelo cálcio. Mas podemos também citar outros minerais encontrados em quantidades muito grandes, quase tanto como o de potássio e de cálcio, que são vitais para o bom funcionamento do organismo: magnésio, fósforo, ferro e sódio, zinco e em menor proporção. Além de também conter quantidades significativas de iodo.

Vitaminas: enquanto ao fornecimento de vitaminas, encontramos uma quantidade significativa de todos, excepto a vitamina B12. Ressaltamos que a vitamina C é encontrada em maior proporção, seguido pela vitamina A, apesar de haver quantidades significativas de vitaminas B1, B2, niacina e B6, folato e vitamina E.

 

Em que nos pode ajudar?

Embora actualmente o agrião não seja muito consumido e nem conhecido por sua propriedade nutricional, sabemos que foi usada na antiguidade para determinadas propriedades benéficas como uma planta medicinal. Portanto, vamos lhes contar uma das propriedades saudáveis popularmente atribuída ao agrião, tais como:

 

  • Depurativo: facilitaría a eliminação de resíduos ácidos do metabolismo. Além de facilitar a produção de glóbulos vermelhos (hemacias) devido a suas propriedades nutritivas. Portanto é recomendável seu consumo em pessoas que padeçam artriste, gota, anemia, eccema e erupções.
  • Tonificante: o agrião aumenta o apetite e a secreção dos sucos gástricos, Geralmente podemos dizer que é um excelente tonificante geral do organismo, especialmente útil nos casos de astenia (debilidade) e fatiga primaveral.
  • Hipotiroidismo: contém uma quantidade importante de Iodo, portanto é recomendável seu consumo em caso de hipotiroidismo.
  • Expectorante: fluidifica a mucose bronquial, favorecendo sua eliminação.

 

E se abusamos do uso?

No momento não é conhecido efectos tóxicos derivados de um consumo excessivo de agrião. Porém sim é importante considerar que pode conter parasitas, portanto deve consumi-los com toda garantia higiênica. Para limpar-los bem o ideal é te-los meia hora de molho numa solução de água com lixívia.

E que mais?

Embora a propriedade mais conhecida do agrião é sua capacidade depurativa do sangue, é uma das hortaliças com maior teor em cálcio e Iodo, portanto se deverá considerar nas dietas ricas para hipotiroidismo, osteoporose...