Repolho

O repolho é a variedade de couve mais utilizada na Europa central, sendo Alemanha um dos principais países produtores.

Denominação

É conhecido com o nome comúm de repolho, repolho liso, repolho murciano ou lombarda, mas seu nome científico ou em latim Brassica oleracea var. Capitata ssp.alba. Pertence a família das Brassicaceae, entre as que também poderemos encontrar o brócolo, o nabo, o agrião e o rabanete.

Origem

O repolho é uma hortaliça originária da Europa central, mesmo snedo cultivada atualmente pode ser encontrada em todos os países. Seu cultivo é conhecido desde o ano 2500 a.C no Egito, embora também foi utilizado muito na antiga Grécia e Roma, a quem atribuiam propriedades a esta hortaliça, como sua capacidade para favoreceer a digestão e atenuar a consequência da ingestão excessiva de álcool. Uma vez cultivado pelos romanos sua utilização e consumo extendeu-se a todos os países do mediterrâneo, aumentando seu cultivo e consumo na Idade Média.


No século XVI seu cultivo extendeu-se na Inglaterra e na França, e já no século XVII em toda a Europa. Na atualidade é uma das hortaliças de grande consumo nas regiões temperadas.

Variedades

Destacaremos três variedades de repolho mais consumidas no mundo: a berça, a couve de Milão e a lombarda.

  • Repolho verde-branco liso: o que é comumente chamado de couve, embora também seja conhecido como couve de folha macia. Suas folhas exteriores são verdes claro, enquanto as interiores são brancas. Tem um sabor forte e suas folhas são um pouco duras.
  • Couve branca ou de Milão: é chamado de repolho frizado, repolho crespo redondo ou couve de Savoy. É caracterizado por ter folhas enrrugadas e frizadas, de cor verde e inclusive um pouco azuladas.
  • Couve lombarda ou couve roxa: serão exemplares de repolho de forma arredondada e de folhas lisas. Seu sabor é suavemente mais doce que de outras variedades, caracterizando-se pela chamativa cor roxa de suas folhas.

Qual é seu aspecto?

  • Cor: dependendo da variedade do repolho, as folhas terão uma cor verde, esbranquiçada, roxa...
  • Forma: o repolho apresenta uma forma esférica e está formada por folhas muito compactas cuja forma depende da variedade que nos referimos.
  • Tamanho: normalmente mede uns 20-25 cm de diâmetro.
  • Peso: exemplares de repolho têm um peso que pode oscilar desde 1,5 a 2,5 Kg.
  • Sabor: apresenta um sabor forte que pode ser suavemente doce na variedade de lombarda.

Modo de preparação e uso

  • Cru: pode ser consumido cru na salada, sempre e quando esteja bem tenro.
  • Cozido: é a forma que consumimos normalmente. Pode ser consumido fervido, cozido ao vapor, assado, frito, estofado...

Quando as podemos encontrar e em que condições?

Os melhores meses para encontrar repolhos frescos são de dezembro a março, embora que actualmente podemos encontrar-los no mercado todo o ano sem problemas. São hortaliças muito resistentes ao frio.

O melhor exemplar e sua conservação

O exemplar do repolho de maior qualidade será aquele duro, crocante, compacto e pesado em relação com seu tamanho. Além disso devemos adquirir exemplares cujas folhas interiores e exteriores sejam de cor diferente, se não é assim pode dever-se a que as folhas exteriores tenham sido arrancadas para camuflar a falta de frescura do exemplar.

O repolho se conserva em boas condições embaladas numa bolsa de plástico perfurada em refrigeração aproximadamente umas duas ou três semanas. O aroma do repolho aumenta a medida que passa o tempo, o que recomenda-se que ao guarda-lo no frigorífico seja um compartimento isolado do resto de alimentos para evitar transmissões de odor indevidos.

Características nutritivas

O repolho é uma hortaliça com um teor energético baixo, que supõe aproximadamente 23,5 kcal/100g. Como é habitual nas hortaliças, o componente em maioria do repolho é a água, que pode chegar ao 92%. Seu teor em hidratos de carbono é escasso (4,3%), sendo destacavelmente seu teor em fibra (2,0%). Contém proteínas em um 1,4% e quantidades inestimáveis de gordura.

Minerais: de seu teor mineral destacaremos o potássio por se encontrar em grande proporção. Mas além disso podemos citar outros minerais que se encontram em quantidades muito importantes, e que são vitais para o correto funcionamento do organismo: ferro, magnésio, cálcio, zinco e fósforo. Não somente o repolho contém minerais de grande importância, senão quase é perceptivel o sódio na sua composição.

Vitaminas: Vitaminas: em quanto a contribuição de vitaminas, destacam o alto teor de vitamina C sobre o resto de componentes vitaminicos. Mas além disso, nesta hortaliça tem grande importância os folatos e vitamina A.

 

Em que nos pode ajudar?

Como falamos antes, o consumo de repolho está extendido por todo o mundo, sendo conhecido, além disso, por certos efeitos beneficiosos sobre a saúde do quais destacamos:

Distúrbios digestivos: o repolho contém vitaminas e minerais que são favoráveis para o bom funcionamento do sistema digestivo. Embora seja correto que pode resultar pouco indigesto estando cru, cozido melhora a digestão pesada. Além disso, devido ao seu teor em fibras, funciona como normalizar do trânsito intestinal, de modo que é indicado nos casos de colite e prisão de ventre.

Cardio-saudável: este efeito é devido à baixa presença de gordura e a elevada presença de potássio. Conforme recomendado em caso de doenças do coração, hipertensão e arteriosclerose.

Obesidade e diabete: o repolho produz uma importante sensação de saciedade, embora apenas contribui para 23 kcal/100g e tem uma proporção muito baixo em carboidratos, de modo que é ideal para obesos e diabéticos.

Anticanceroso: o repolho, como o resto das brassicaceae, estão actualmente em estudo, como eles têm um certo consumo relacionado com alguma acção anticancêr. Isto é recomendado para uso em pessoas que têm um risco maior de desenvolver câncer, indivíduos em tratamento, etc.

 

E se abusamos do uso?

Devido à presença de certas substâncias na couve, pode causar irritação intestinal e flatulência em pessoas que ingerem muito. Portanto, seu uso deve ser restrito nos seguintes casos: Cálculos biliares: podem causar sensação de peso e tipo de dispepsia biliar. Flatulências intestinais, ya que debido a su contenido en celulosa, el repollo aumenta la producción de gases intestinales.

E que mais?

Se sabe que as variedades mais precozes do repolho são as mais tenras, podendo ser consumido cozido, assado ou cru.