15Set.

A dieta globalizada

Num artigo anterior vimos o que era a segurança alimentar. A esta expressão e à da diversidade na alimentação, que também já vimos noutras ocasiões, junta-se a dieta globalizada, mais outro termo que a Bonduelle quer abordar. 

A variedade na alimentação é muito importante para ter uma dieta equilibrada e saudável. Cada produto que consumimos e escolhemos pôr na nossa mesa tem determinados nutrientes fundamentais para o nosso organismo.

A dieta globalizada é um fenómeno que surgiu nos últimos tempos devido à massificação dos alimentos sem que haja qualquer variedade. Segundo os especialistas, nos últimos 50 anos as dietas têm vindo a ser cada vez mais parecidas.

Não ter uma dieta variada pode trazer mais riscos para a nossa saúde. Fazer-nos propensos a ter mais doenças. Porque o nosso organismo precisa das proteínas, vitaminas e nutrientes de todos os alimentos:

- As vitaminas: Regulam os processos químicos do corpo e transformam as gorduras em energia.
- Os hidratos de carbono: São uma fonte de energia para o crescimento e a manutenção e a actividade física e mental.
- As proteínas: São a matéria-prima das células e dos tecidos. Produzem hormonas e outras substâncias químicas activas.
- Os minerais: Ajudam a construir os ossos e controlam o equilíbrio líquido das secreções glandulares.
- A fibra: Combate a prisão de ventre e as doenças intestinais.
- As gorduras: Dão energia e criam uma camada de tecido sob a pele que conserva o calor do corpo.

Todos estes nutrientes estão em todos os alimentos: nos legumes e nas frutas, na carne e no peixe, nos cereais, massa e arroz, etc. Por isso é fundamental não cair numa dieta globalizada e ter uma diversidade equilibrada e saudável na alimentação