13Jan.

Podemos dar comida picante às crianças?

O cuidado com a alimentação das crianças é uma preocupação de todos os pais, e na Bonduelle preocupamo-nos com a saúde dos mais novos, por isso resolvemos esta dúvida: Podemos dar comida picante às crianças?

podemos-dar-comida-picante-as-criancas

Não devemos esquecer que as crianças são “adultos pequenos” e, portanto, também querem comer alimentos com sabor. O momento em que se pode começar a introduzir ervas e especiarias na alimentação é quando a criança começar a ingerir alimentos que pode comer com os dedos. Seja como for, é recomendável começar com especiarias que não sejam muito fortes, como a canela ou a noz-moscada.

O habitual é esperar que a criança tenha pelo menos um ano para introduzir alimentos picantes e de sabores fortes. O motivo é os bebés estarem pouco acostumados aos alimentos básicos e poderem ser propensos a desenvolver reacções adversas a determinados alimentos.

Quanto à alimentação dos bebés durante a amamentação, é importante ter em conta que é possível que o seu filho desenvolva intolerância aos picantes nesta fase. Note-se que, ao amamentar, os restos de sabor e substância do que se come passam para o leite materno, e se a mãe se exceder com os picantes como o caril, os bebés podem desenvolver essa intolerância desde muito pequenos.

Como é evidente, cada criança é um mundo e são os pais que devem ter em conta os efeitos que cada alimento pode ter. Se, ao dar-lhe especiarias com sabores fortes ou picantes, a criança ficar indisposta devido à irritação do sistema digestivo ou à acidez, é preferível adiar a introdução destes alimentos na sua alimentação, ou evitá-los em caso de alergias.

Um conselho adicional é que é importante não incluir açúcar nem sal na alimentação das crianças, pois não são necessários para o seu desenvolvimento e podem traduzir-se em problemas na sua saúde a longo prazo.