16maio

Temperar as saladas: Antes ou depois de servir?

Com o bom tempo e o calor, nada sabe melhor do que uma deliciosa e fresca salada. E um dos segredos para potenciar o sabor de uma salada é o tempero. Hoje contamos-lhe as vantagens e desvantagens de juntar o tempero das saladas antes e depois de as servir.

Temperar as saladas Antes ou depois de servir

A primeira opção que tem é temperar a salada antes de a servir, isto é, verter o tempero sobre todo o recipiente onde os ingredientes se encontram. Esta opção é recomendável se a salada for para uma só pessoa, pois a sua principal vantagem é que fica temperada ao gosto da pessoa que a elaborou. Caso seja uma salada para mais do que uma pessoa, os comensais irão comer a salada tal como o cozinheiro quer que a provem.

Esta opção também tem um inconveniente, e é que, depois de temperar a salada inteira, já não a pode guardar para mais tarde. Em regra geral, todos os temperos potenciam a deterioração dos legumes (principalmente da alface). Assim, quando a salada já estiver temperada, o preferível é consumi-la logo a seguir, pois estraga-se rapidamente.

A segunda opção é servir a salada e cada comensal temperá-la no seu próprio prato (uma opção que se adapta mais a saladas preparadas para várias pessoas). A vantagem que esta possibilidade traz é que, ao contrário da anterior, permite conservar melhor a salada caso sobre.

A segunda vantagem de temperar a salada no prato é que se adapta ao gosto do comensal (e às suas possíveis alergias, se as tiver). Cuidado! Temperar a salada no prato não significa que o tempero não possa ter sido previamente elaborado na cozinha. Juntamente com a opção de apresentar o azeite, o vinagre e o sal em separado, está sempre a opção de apresentar o tempero já preparado numa tigela, e cada pessoa decidir quanto quer servir.

Escolha a opção que mais se adapta às suas necessidades e acrescente sabor às suas saladas com deliciosos temperos! E não perca todas as receitas de saladas no nosso site.