Batata-doce

A batata-doce é uma planta herbacea perenne que se cultiva como anual.

Denominação

É conhecida como Batata-doce, batata-da-terra, batata-da-ilha. Embora seu nome cientifico ou em latim é Ipomoea batata = Convolvulus batatas. Pertence à família das Convolvulaceae.

Origem

É originária da região tropical da América do Sul e desde há muitos anos seu cultivo estava extendido pelas Antilhas. Parece que os navegantes espanhñois levaram a batata-doce a Filipinas e as Molucas, desde onde os portugueses levariam até a Índia, China e Japão. E actualmente se cultiva em todas as regiões tropicais e subtropicais do planeta.

Variedades

  • Batata de rama gruesa o californiana: procedente de Califórnia, se caracteriza pela grossura do seu talo. Os tubérculos são de tamanho médios, forma globosa e alongada e de uma cor avermelhada muito pálida para a casca e mais intenso para a carne.
  • Batata Centenal: se trata de uma variedade americana muito vigorosa, de bons rendimentos e alta qualidade de fruto. É muito precoz, exigindo temperaturas mais elevadas.
  • Batata Jasper: de forma, tamanho e coloração dos tubérculos, junto a um bom rendimento, que a fazem muito recomendável.
  • Outras variedades de batata-doce que podemos encontrar: Málaga, a rosa de Málaga, a inhame, a mínima, a violeta, a mexicana, a brasileira, a argentina, etc.

Qual é seu aspecto?

  • Cor: depende da variedade que nos referimos..
  • Forma: al igual que el color depende de la variedad de la que hablemos.
  • Tamanho: os tamanhos da batata-doce variam também de acordo com a variedade, podendo encontrar exemplares de 5-40 cm de comprimento.
  • Peso: dependendo de diversos factores podem pesar de 0,5 a 6 kg.
  • Sabor: o sabor é uma das caracteristicas diferenciadoras da batata-doce mais importante. Se trata de um sabor doce devido à presença de uma importante quantidade de açúcares simples em sua composição, especialmente sacarose.

Modo de preparação e uso

  • Em purê: normalmente é usado no purê com leite: em primeiro lugar se assa ou se coze a batata-doce e se mistura bem com o leite até formar uma massa homogênea. Não é necessário adicionar nada, pois a batata-doce é bastante doce e não precisa de açúcar.
  • Assada no forno: a batata-doce assada é a forma mais comúm de ingerir esta hortaliça. Seja ao forno ou na grelha, deve ser assada sempre com a casca.
  • Em pastelaria: ao ser uma hortaliça com um alto teor em açúcares (principalmente sacarose) resulta deliciosa em marmeladas, confeituras e produtos de pastelerias.

Quando as podemos encontrar e em que condições?

A batata-doce é uma planta tropical e não suporta bem as baixas temperaturas. As condições ideais para seu desenvolvimento é uma temperatura média durante o crescimento superior aos 21ºC, um ambiente humido e boa iluminação. A temperatura minima de crescimento é de 12ºC.

 

A batata-doce, portanto, não será uma hortaliça de eleição para seu cultivo na Espanha, de modo que quando a encontramos, normalmente é importada.

 

O melhor exemplar e sua conservação

A temperatura ideal de conservação é de 11-15ºC e uma humidade de 80-85%, em espaços ventilados.

 

Um exemplar de batata-doce de qualidade é aquele que mantenha suas caracteristicas higienicas e organolépticas (sabor, odor, cor...) em correto estado.

 

Características nutritivas

A batata-doce é um vegetal com um valor energético considerável, cerca aos 105 kcal/100g. Tem umas caracteristicas nutritivas bastante peculiares. Seu teor em água é relativamente baixo, considerando que se trata de uma hortaliça, quase chega ao 72% do peso total. Quase não contém água (0,3%) e proteínas (1,65%), mas ao contrário seu teor em hidratos de carbono é muito mais elevado que de outras hortaliças, inclusive supera o 21%. Na batata-doce encontramos tanto amido como açúcares (do que depende o caracteristico sabor doce da batata-doce), e dependendo da variedade assim haverá mais em um que do outro.

 

Minerais: de seu teor mineral destacaremos o potássio por ser encontrado em maior proporção. Mas além disso podemos citar outros minerais que encontramos em quantidades muito importantes, como o cálcio, fósforo, magnésio, ferro, potássio e zinco.

Vitaminas: em relação ao fornecimento de vitaminas, encontraremos com diferentes quantidades de todas, exceto de vitamina B12, que somente é encontrada nos alimentos de origem animal. Destacamos a vitamina A como a encontrada em maior proporção seguida da vitamina C, embora também encontramos quantidades significativas de vitamina do complexo B, especialmente as vitaminas B1, B2, niacina, B6 e folatos, e de vitamina E.

 

Em que nos pode ajudar?

A batata-doce não é um alimento que tenha uma longa tradição de alimento ou planta medicinal. Ainda assim, podemos citar certas propriedades saudáveis que atribuimos a ela, como são:

 

  • Cardio-saudável: como assinalamos, a batata-doce é muito rica em vitamina A, factor protector ante do desenvolvimento de arteriosclerose. Além do seu teor em ácidos graxos saturados e sódio em praticamente nulo. Por isso, seu consumo é recomendável em caso de arteriosclerose e hipertensão arterial.
  • Energético: a batata-doce é uma hortaliça com um componente energético muito importante como esportistas.

 

E se abusamos do uso?

Como todos os alimentos, a batata-doce deve ser consumida com consciência e em justa medida, embora não encontraram efectos tóxicos por um consumo elevado. Isso sim, devido a sua peculiar composição, devem moderar o consumo de batata-doce:

 

  • Aqueles individuos que sofrem patologias intestinais como o meteorismo, pois se não é bem mastigado bem a batata-doce pode deixar mais grave esta situação.
  • Os diabéticos, já que a batata-doce tem um teor importante em hidratos de carbono, especialmente açúcares (de absorção e liberação rápida), que determinam os níveis de glucemia (glicose no sangue).

 

E que mais?

Os alimentos com maior conteúdo em gordura são os que produzem maior sensação de saciedade, mas, ao contrário, a batata-doce é um alimento rico em amido que produz uma rápida sensação de saciedade, prolongando-se inclusive varias horas. Portanto, embora seu valor energético é considerável (105 kcal/100g) há que considerar sua capacidade saciante.